ARRANJADORES BRASILEIROS E PROCESSOS DE HIBRIDAÇÃO EM CANTO CORAL

  • Editorial Universitaria UCCuyo
  • Carolina Andrade Oliveira
  • Susana Cecilia Igayara-Souza
Palabras clave: Arranjos corais, Arranjadores brasileiros, Canto Coral, Processos de hibridação, Repertório coral brasileiro

Resumen

RESUMO

Nossa pesquisa de mestrado em fase de conclusão busca 1) investigar, identificar e analisar as práticas do regente-arranjador no ensaio e na performance de seus próprios arranjos de música brasileira, bem como 2) discutir a circulação desse repertório no ambiente coral. Para este artigo, focamos na discussão e análise de processos de hibridação em arranjos corais. Com base nos conceitos de Burke (2003) e Canclini (2003), vemos o arranjo coral como um produto híbrido, como um novo objeto, e sua execução como uma nova prática. O arranjador torna-se, então, um intermediador dos dois conjuntos culturais, a canção popular e as práticas corais. Confrontando gravações da canção original com a partitura do arranjo coral e a gravação de sua execução, demonstramos alguns dos processos de hibridação utilizados por arranjadores brasileiros nos arranjos das canções “Fantasia”, “She’s leaving home”, “Acalanto” e “O mar”. 

Carolina Andrade Oliveira[1] 
Susana Cecilia Igayara-Souza[2]

 

[1] Violonista, regente coral, arranjadora e professora. É mestranda em Música pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e licenciada em Educação Artística com Habilitação em Música pela mesma universidade (2014), tendo sido bolsista do Programa de Aperfeiçoamento de Ensino e do Programa Aprender com Cultura e Extensão. Desde 2012 integra a equipe de regentes do Coral Escola Comunicantus.

[2] Docente do Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo desde 2004, com foco nas disciplinas de Repertório Coral e Práticas Corais. Orientadora na pós-graduação, nas linhas de pesquisa em Musicologia e Questões Interpretativas. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas Multidisciplinares nas Artes do Canto.

 

Biografía del autor/a

Editorial Universitaria UCCuyo

La Editorial Universitaria  tiene como finalidad difundir la producción de libros correspondiente a la Universidad Católica de Cuyo.

Carolina Andrade Oliveira

Violonista, regente coral, arranjadora e professora. É mestranda em Música pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e licenciada em Educação Artística com Habilitação em Música pela mesma universidade (2014), tendo sido bolsista do Programa de Aperfeiçoamento de Ensino e do Programa Aprender com Cultura e Extensão. Desde 2012 integra a equipe de regentes do Coral Escola Comunicantus.

Susana Cecilia Igayara-Souza

Docente do Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo desde 2004, com foco nas disciplinas de Repertório Coral e Práticas Corais. Orientadora na pós-graduação, nas linhas de pesquisa em Musicologia e Questões Interpretativas. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas Multidisciplinares nas Artes do Canto.

Citas

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BUARQUE, Chico / Arranjador: Alexandre Sanches. Fantasia. Meu acervo pessoal. 1 partitura. Coral (SATB).

BURKE, Peter. (2003). Hibridismo cultural. São Leopoldo: Editora UNISINOS.

CANCLINI, Néstor García. (2003). Culturas híbridas. São Paulo: Edusp.

CAYMMI, Dorival / Arranjador: José Acácio Santana (adaptação de Nibaldo Araneda). Acalanto. Meu acervo pessoal. 1 partitura. Coral (SATB).

CAYMMI, Dorival / Arranjador: Roberto Rodrigues. O mar. Acervo pessoal de Roberto Rodrigues. 1 partitura. Coral (SATB).

FERNANDES, Eduardo Gonçalves. (2003). O arranjo vocal de Música Popular em São Paulo e Buenos Aires. Dissertação de Mestrado - Programa de Pós-Graduação em Integração da América Latina – PROLAM (FFLCH /USP), São Paulo.

LENNON, John; MCCARTNEY, Paul / Arranjador: Marcos Leite. She’s leaving home. Meu acervo pessoal. 1 partitura. Coral (SATB).

OLIVEIRA, Carolina Andrade; IGAYARA-SOUZA, Susana Cecilia. (2015). Luiz Gonzaga em arranjos corais. XXV Congresso da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música – Vitória.

RODRIGUES, Roberto de Lima. (2016). Entrevista concedida a Carolina Andrade Oliveira. São Paulo, 24.

SOARES, Lineu Formighieri. (2013). A escrita coral para a Música Popular Brasileira na visão de Marcos Leite. Dissertação de mestrado – Universidade Estadual de Campinas – Campinas.

VILLA-LOBOS, Heitor. (1932). Guia Prático. 1º volume. SP: Irmãos Vitale (edição consultada: Vitale, 1941)

Publicado
2018-08-08