REGIONALISMO E VANGUARDA NA OBRA CORAL DO COMPOSITOR BRASILEIRO LINDEMBERGUE CARDOSO (1939-1989)

  • Editorial Universitaria UCCuyo
Palabras clave: Lindembergue Cardoso, Música Brasileira, Música Nordestina, Repertorio Coral Brasileiro de Século XX

Resumen

Neste artigo apresentamos as principais características da música nordestina brasileira que marcam o conjunto de obras corais do compositor brasileiro Lindembergue Cardoso. Como parte dos procedimentos metodológicos, realizamos o levantamento da produção coral do compositor e classificamos as obras a partir dos eixos temáticos abordados. Tomamos por base autores que estudaram a obra do compositor, como Nogueira (2012) e Silva (2002), e autores que investigam a música brasileira de tradição popular, como Ramalho (2012) e Paz (2002, 2010). Como parte dos resultados, identificamos a exploração da sonoridade regional aliada ao uso de procedimentos técnicos composicionais. 

Biografía del autor/a

Editorial Universitaria UCCuyo

La Editorial Universitaria  tiene como finalidad difundir la producción de libros correspondiente a la Universidad Católica de Cuyo.

Citas

NOGUEIRA, Ilza. Lindembergue Cardoso: Catálogo de Obras. (2009). Marcos Históricos da Composição Contemporânea na UFBA / Série Catálogos-Web / Volume 2. 1. ª Edição. Salvador – UFBA/PPGMUS.
LINDEMBERGUE Cardoso. (2012) aspectos de uma obra plural. Per Musi, Belo Horizonte, n.25, p.7-26.
PAZ, Ermelinda. (2002). O modalismo na música brasileira. Rio de Janeiro: Vitale.
PAZ, Ermelinda. (2002). 500 canções brasileiras. 2ª ed. Rio de Janeiro: Vitale.
PEREIRA, Marcos. (2007). Ritmos brasileiros para violão. Rio de Janeiro: Garbolights Produções Artísticas.
RAMALHO, Elba Braga. Luiz Gonzaga: a síntese poética e musical do sertão. 2ª ed. Fortaleza: Expressão Gráfica, 2012.
SILVA, Alexandre Reche (2002). Lindembergue Cardoso.: identificando e ressignificando procedimentos composicionais a partir de seis obras da década de 80. 2002. 205 p. (inclusive anexos). Dissertação (Mestrado em Música) − Escola de Música, Universidade Federal da Bahia, Salvador.
Publicado
2018-08-02